PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
7 meses
Fila de creches em São Paulo cai, mas quase 10 mil ainda aguardam vaga

Desde 2017, a Prefeitura de São Paulo criou 66,2 mil vagas em creches - yaoinlove/iStock
Desde 2017, a Prefeitura de São Paulo criou 66,2 mil vagas em creches Imagem: yaoinlove/iStock

10/01/2020 14h21

A prefeitura de São Paulo anunciou nesta semana que a procura por vagas para crianças nas creches da cidade caiu à metade (50,9%) no período 2018-2019. Para a administração municipal, esta é a menor fila histórica por creche na capital paulista, embora haja 9.670 crianças esperando por uma vaga.

Desde 2017, a administração municipal criou 66,2 mil vagas em creches. Com isso, o número de matrículas na rede de ensino direta ou conveniada saltou 23%, passando de 284.179 para 350.460.

A educação Infantil do município está hoje dividida entre os centros de educação infantil (CEIs) e as escolas municipais de educação infantil (Emeis). Os CEIs atendem crianças de com idade até 3 anos e as Emeis, de 4 a 5 anos.

"Estamos ampliando o número de Cemeis, que funcionarão nos 12 CEiis que serão inaugurados em 2020. Também atuamos junto à rede conveniada ampliando as vagas e garantindo a qualidade e atendimento dos nossos alunos", disse o secretário da Educação, Bruno Caetano.

No ano passado, a Secretaria Municipal de Educação mudou o acesso a informações no site Vaga na Creche, que passou a mostrar a espera por vaga em cada um dos CEIs da cidade de São Paulo.

Ouça o podcast Baixo Clero com análises políticas de blogueiros do UOL.
Os podcasts do UOL estão disponíveis no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas de áudio.

Cotidiano