PUBLICIDADE
Topo

Linha verde do metrô de SP terá oito novas estações

Estação Consolação da linha verde do Metrô - Rubens Cavallari-9.mar.2016/Folhapress
Estação Consolação da linha verde do Metrô Imagem: Rubens Cavallari-9.mar.2016/Folhapress

17/01/2020 17h24Atualizada em 28/01/2020 09h56

O governador de São Paulo, João Doria, anunciou hoje a ampliação da Linha 2 - Verde do Metrô. O projeto prevê a construção de mais 8,3 quilômetros e oito novas estações, além da interligação com a Linha 3 - Vermelha e a Linha 15 - Prata do metrô e a linha Coral da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM).

Devem ser investidos R$ 6 bilhões de recursos do governo estadual para as obras e desapropriações necessárias. O valor inclui ainda a aquisição de 22 novos trens. A estimativa é que os trabalhos sejam concluídos em 2026, permitindo que a Linha Verde atenda mais 300 mil passageiros, além dos que circulam atualmente, transportando um total de 1 milhão de pessoas por dia.

Quando a ampliação for concluída, a Linha Verde deverá ser a mais extensa do metrô de São Paulo, com 23 quilômetros de trilhos e 22 estações, da Vila Madalena à Penha. No trajeto, ela se conectará com as linhas Azul, Vermelha, Amarela, Lilás e Prata do metrô e a linha Coral da CPTM.

Ouça o podcast Ficha Criminal com as histórias dos criminosos que marcaram época no Brasil.

Este e outros podcasts do UOL estão disponíveis no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas de áudio.

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do publicado no primeiro parágrafo, o anúncio foi feito no dia 27, e não no dia 17. A informação foi corrigida.
Diferentemente do que foi publicado no primeiro parágrafo, a Linha Vermelha do Metrô de São Paulo é a 3, e não a 1. A informação foi corrigida.
Diferentemente do publicado no primeiro e no terceiro parágrafos, a linha 15 - Prata é do Metrô, e não da CPTM. A informação foi corrigida.

Cotidiano