PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Conteúdo publicado há
3 meses

Anvisa manda recolher mais um autoteste de covid-19

Anvisa segue em tratativas com o Ministério da Saúde para liberação de autotestes - Marcello Casal/ABR
Anvisa segue em tratativas com o Ministério da Saúde para liberação de autotestes Imagem: Marcello Casal/ABR

26/01/2022 09h16Atualizada em 31/01/2022 13h01

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) determinou o recolhimento de mais um autoteste de covid-19. Dessa vez, o alvo da medida é o meuDNA PCR-LAMP Autocoleta de Saliva, da empresa Empreendimentos Pague Menos S/A. Ontem, a agência suspendeu a comercialização distribuição, fabricação, importação, propaganda e uso do Autoteste Covid-19 Isa Lab.

Em nota, a Anvisa informou que "até o momento, não existe nenhum produto aprovado como autoteste, ou seja, para uso por usuários leigos".

Nenhum dos dois produtos tem registro na Anvisa. No caso do Isa Lab, a agência acrescenta que ele é comercializado por empresa não regularizada.

A denúncia, recebida pela Anvisa em 20 de janeiro, foi considerada prioridade para investigação.

"Nessa etapa, é avaliado o risco sanitário iminente à saúde da população, e a medida restritiva tem o objetivo de mitigar o risco rapidamente", informa a agência, que disponibiliza serviço de consulta a produtos irregulares.

O que diz a empresa

Em contato com o UOL, a meuDNA disse que o produto não se trata de um autoteste ou teste rápido, e sim um "kit de coleta", que funciona como os kits de coleta de urina e fezes, por exemplo. A análise laboratorial, por sua vez, fica responsável pelo Mendelics.

A empresa também explicou que o teste utiliza a técnica PCR-LAMP (Amplificação Isotérmica Mediada por Loop), feita a partir de uma amostra de saliva do paciente, é capaz de identificar o material genético do coronavírus "desde a fase inicial" da infecção.

"Em face de mais uma onda de covid que assola o país e da falta de testes disponíveis em muitos locais, esperamos que a Anvisa reavalie esta interpretação errônea e libere novamente os kits de autocoleta de saliva meuDNA para comercialização nas farmácias Pague Menos o mais rápido possível", concluiu.

Coronavírus