MPF recorre contra testemunha no caso de Gol e Legacy

Em Cuiabá

O Ministério Público Federal em Sinop, no Mato Grosso, recorreu ao Tribunal Regional da 1ª Região (TRF-1) para processar por falso testemunho o piloto brasileiro Sérgio de Almeida Salles, testemunha de defesa dos dois pilotos norte-americanos condenados pelo acidente entre o avião da Gol e o jato Legacy, que matou 154 pessoas em 2006.

Conforme a denúncia, no depoimento prestado em fevereiro de 2011, em Sinop, o piloto brasileiro Salles teria mentido "acintosamente" por diversas vezes sobre fatos e questões que exigiam conhecimento técnico.

Para o MPF, não há dúvidas de que ele usou argumentos técnicos falsos e inverdades sobre os fatos para favorecer os pilotos norte-americanos Joseph Lepore e Jan Paul Paladino. Segundo o MPF, a conduta do piloto brasileiro foi flagrante em 14 pontos do interrogatório.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos