Instituto Lula afirma em nota que sobrevivência da entidade está ameaçada

Aline Bronzati

O Instituto Lula afirma, em nota publicada neste domingo (8) em seu site, que se tornou um dos alvos da 'campanha judicial e midiática' movida contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e que sua sobrevivência está "ameaçada".

A entidade destaca, no dia seguinte da prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que é mantida por doações e pede o apoio da sociedade para se manter operante.

De acordo com a nota, depois de uma série de reduções, a estimativa é de que os gastos do Instituto Lula no primeiro semestre deste ano fiquem em torno de R$ 720 mil. A maior parte desse valor (68%), conforme a entidade, será destinada à mão de obra. Outros 14% serão gastos com água, aluguel, luz.

Em nota, o Instituto Lula informa, ainda, que é alvo, há três anos, de uma "rigorosa investigação" e que teve suspensa a isenção tributária por cinco anos de forma retroativa fora multa milionária, que está sendo contestada administrativa e juridicamente.

"Porém, isso demandará um tempo incomparável frente à situação de emergência em que a entidade se viu lançada", avalia o Instituto, destacando que mantém um acerto da história da vida política de Lula.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos