PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Rede vai propor CPI sobre rompimento da barragem de Brumadinho, diz Marina

Marcelo Osakabe

São Paulo

28/01/2019 10h06

A ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva afirmou que o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) vai propor a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar a responsabilidade sobre o desastre ambiental da barragem de Brumadinho (MG), no último dia 25.

"O senador Randolfe vai propor uma CPI para fazer a investigação de todos os responsáveis, ouvir todos os ambientalistas e os membros do poder público que vinham alertando que aquilo era uma bomba relógio. Precisamos ter um olhar de aprender e agir", disse a ex-senadora, em entrevista à Rádio Eldorado na manhã desta segunda-feira (28).

De acordo com Marina, que esteve no fim de semana na região afetada pelo rompimento, o episódio mostra que é preciso parar de encarar a fiscalização ambiental como empecilho ao desenvolvimento. Ela também criticou o presidente Jair Bolsonaro, cuja campanha eleitoral e primeiros dias de governo têm sido marcados por críticas e ações contra a fiscalização ambiental.

"Infelizmente, Bolsonaro nomeou um ministro do Meio Ambiente que a primeira coisa que fez foi esvaziar o Ministério. Ele tirou o serviço florestal e a Agencia Nacional de Águas, os colocando no Ministério da Agricultura", acusou. "É a primeira vez que temos ministro que assume fazendo discurso da bancada ruralista, criminalizando todo o movimento socioambiental", acrescentou a ex-ministra.

Cotidiano