PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Conteúdo publicado há
15 dias

UE: Pfizer antecipa entrega de mais 50 milhões de doses de vacina contra covid-19

Total de doses disponibilizadas pela farmacêutica ao bloco chegará a 250 milhões até o final de junho - Dado Ruvic/Reuters
Total de doses disponibilizadas pela farmacêutica ao bloco chegará a 250 milhões até o final de junho Imagem: Dado Ruvic/Reuters

André Marinho

Em São Paulo

14/04/2021 09h58

A Pfizer antecipará para o segundo trimestre deste ano a entrega de mais 50 milhões de doses de vacina contra o coronavírus à UE (União Europeia), anunciou a presidente da Comissão Europeia, Ursula Von der Leyen, em comunicado divulgado hoje. Pelo contrato original, o lote seria entregue apenas nos três últimos meses de 2021.

Com isso, o total de doses disponibilizadas pela farmacêutica ao bloco chegará a 250 milhões até o final de junho. Ainda de acordo com a nota, a UE e a empresa negociam um novo acordo para a compra de 1,8 bilhão de doses para o período de 2021 a 2023. O imunizante da Pfizer é desenvolvido em parceria com a alemã BioNTech.

Segundo Von der Leyen, os países da UE já receberam mais de 126 milhões de injeções, dos quais 100 milhões já foram aplicadas. "Este é um marco do qual podemos nos orgulhar. Destes 100 milhões de vacinações, mais de um quarto são segundas doses - o que significa que temos agora mais de 27 milhões de pessoas totalmente vacinadas", comemorou.

A meta do bloco europeu é vacinar 70% da população adulta ainda no primeiro semestre deste ano. O processo, contudo, tem sido marcado por uma série de revezes, em meio ao atraso das entregas de Johnson & Johnson (J&J) e AstraZeneca. Para agravar o quadro, os imunizantes das duas farmacêuticas podem estar associados a casos muito raros de trombose.

Nesse contexto, Von der Leyn elogiou a Pfizer e a BioNTech. "Provaram ser parceiros confiáveis. Cumpriram os seus compromissos e respondem às nossas necessidades. Isto beneficia imediatamente os cidadãos da UE", destacou.

Coronavírus