PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Ex-ativista do Femen é agredida em praça de Paris

18/06/2014 07h50

PARIS, 07 JUL (ANSA) - A ex-militante do grupo Femen, a tunisiana Amina Sboui, foi agredida em uma praça de Paris na manhã deste domingo (06). Além da violência física, ela teve "os cabelos e as sobrancelhas raspadas".   

Sboui denunciou as agressões em sua página de Facebook horas após o fato. Segundo ela, cinco pessoas a agrediram por volta das 5 horas da manhã na estação metropolitana de Clichy.   

"Rasparam minhas sobrancelhas, meus cabelos e diziam que eu não era merecedora da beleza que Alá me deu. Me chamaram de puta, ameaçaram me estuprar e que Alá ficaria feliz com isto", postou Sbui.   

A tunisiana foi a primeira ativista do país a se unir ao Femen e ficou dois meses presas em 2013 após escrever a palavra "Femen" em um muro de um cemitério em Kairouan, na Tunísia. Após ter sido libertada, ela abandonou o grupo por considerá-lo "islamofóbico". (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Internacional