Topo

Franceses protestam contra abertura de McDonald's em Paris

2015-05-26T19:03:00

26/05/2015 19h03

PARIS, 26 MAI (ANSA) - Enquanto a França continua sendo o maior mercado europeu do McDonald's, a possível abertura de um restaurante da franquia norte-americana no centro histórico de Paris tem indignado muitos habitantes locais.   

Há 12 anos, a rede de fast-food tenta se instalar no quarteirão Sentier-Montorgueil, conhecido pelos estabelecimentos gastronômicos de alta qualidade e de grande tradição e história, como o restaurante Au Rocher de Cancale e a confeitaria Stohrer.   

Todas as tentativas da multinacional tinham fracassado, até recentemente, quando os proprietários de um edifício na esquina das ruas Réaumur e Montorgeuil resolveram ceder o espaço.   

E com a ameaça ficando mais concreta, centenas de parisienses começaram a organizar e participar de petições, marchas e protestos contra a construção do McDonald's e a favor da defesa das tradições gastronômicas e do "Made in France".   

Segundo um dos fundadores da associação "Não a um McDonald's gigante em Sentier-Montorgueil", Antoine Debièvre, o quarteirão é uma "relíquia da Paris histórica, um patrimônio riquíssimo com uma arte de viver que deve ser, a todo custo, preservada". "É uma luta contra a banalização da cidade e das paisagens e contra as grandes marcas multinacionais que ameaçam a diversidade comercial e o artesanato em toda a França", afirmou.   

Olivia Hicks-Garcia, co-fundadora do projeto, disse que está em jogo também o "fator de saúde pública" e os riscos alimentares que os estudantes de escolas próximas ao bairro correm por poderem consumir uma comida não saudável com maior frequência e facilidade. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Mais Internacional