Após alta, FED decide manter taxas de juros

NOVA YORK, 27 JAN (ANSA) - O Comitê de Política Monetária do Federal Reserve (o Banco Central dos EUA) manteve as taxas de juros entre 0,25% e 0,50%, anunciou a entidade nesta quarta-feira (27). A decisão veio após a primeira alta em 10 anos anunciada em dezembro do ano passado.   

Segundo a entidade, o atual momento da economia norte-americana pede aumentos graduais das taxas de interesse. O FED ainda informou que "monitora" os desenvolvimento econômicos e financeiros globais de perto e destacou que houve uma melhora no mercado de trabalho no país mesmo com a desaceleração da economia no final do ano passado.   

"A atividade econômica crescerá em ritmo moderado e os indicadores do mercado de trabalho continuarão a se reforçar. A inflação está prevista para ficar baixa no curto prazo, em parte pela contínua queda nos preços da energia, mas deve terminar no meio termo, em 2%", indicou o FED em comunicado.   

As decisões anunciadas pelo órgão afetam os mercados do mundo inteiro já que os juros mais altos atraem para os Estados Unidos os recursos aplicados em mercados emergentes, como o Brasil.   

(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos