China envia aviões à ilha em disputa no Mar do Sul

PEQUIM, 24 FEV (ANSA) - Em um gesto que pode aumentar ainda mais as tensões no Mar do Sul da China, Pequim enviou aviões de combate para a ilha localizada em território disputado onde já havia deslocado mísseis na semana passada.   

Segundo a emissora norte-americana "Fox News", o governo da China enviou aviões J-11 e JH-7 para a ilha Woody, no arquipélago Paracels, cuja soberania é disputada também por Taiwan e Vietnã.   

Um oficial norte-americano disse que se tratam de menos de dez aeronaves.   

Informação foi divulgada no mesmo dia em que o secretário de Estado norte-americano, John Kerry, se encontrou com seu homólogo chinês, Wang Yi, com o objetivo de diminuir as tensões na região.   

Segundo Kerry, Washington quer "pôr fim à expansão e militarização dos lugares ocupados". "Acreditamos que todo o mundo será beneficiado por uma efetiva desmilitarização", acrescentou.   

Wang, por sua vez, disse que eles concordaram "em manter o nosso diálogo sobre o Mar do Sul da China para aprofundar o nosso entendimento comum. É importante evitar qualquer erro de cálculo". A Ilha de Woody é muito rica em petróleo e sua soberania é disputada por Vietnã e Taiwan. Desde 2013, forças militares chinesas vêm ampliando sua atuação na região, especialmente em ilhas artificiais localizadas em águas internacionais do Mar do Sul da China disputadas por diversos países da região. A militarização da região é uma grande preocupação para as autoridades de Washington. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos