Bélgica liberta suspeito de ataque em aeroporto, diz imprensa local

Em Roma (Itália)

  • AFP/YouTube

    Imagem de um vídeo retirado do YouTube mostra o terceiro suspeito de ataque ao aeroporto de Bruxelas, Faycal Cheffou, que se declara jornalista independente

    Imagem de um vídeo retirado do YouTube mostra o terceiro suspeito de ataque ao aeroporto de Bruxelas, Faycal Cheffou, que se declara jornalista independente

As autoridades belgas libertaram nesta segunda-feira (28) o jornalista freelancer Faycal Cheffou, que é o principal suspeito de participação no atentado ao aeroporto de Zaventem, em Bruxelas, na semana passada.

De acordo com o site belga "Dernière Heure", que cita a promotoria da Bélgica, Cheffou foi solto por falta de provas. De acordo com hipóteses da polícia, ele seria o homem de chapéu preto que aparece em imagens gravadas no aeroporto pelo sistema de vídeos de segurança, ao lado dos dois homens-bombas que morreram no ataque, quando acionaram os explosivos e se suicidaram.

"Os indícios que levaram à prisão de Faycal Cheffou não foram sustentados pela evolução das investigações. Como consequência, ele foi colocado em liberdade", afirmaram as autoridades em um comunicado.

Faycal Cheffou foi preso na última sexta-feira (25), três dias após os atentados de Bruxelas, que mataram 35 pessoas. Ele tinha sido reconhecido pelo taxista que o levou e os dois terroristas até o aeroporto.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos