Papa lançará documento sobre a família em 8 de abril

Na Cidade do Vaticano

  • L'Osservatore Romano/ Pool Photo/ AP

A Exortação Apostólica do papa Francisco sobre o Sínodo Ordinário da Família, realizado em outubro do ano passado, será lançada no dia 8 de abril, informou o porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi, nesta quinta-feira (31).

O documento, que falará sobre o amor existente nas famílias, será chamado de "Amoris laetitia" ("Alegria do amor") e será traduzido para seis idiomas, incluindo o português.

A exortação, que será publicada cerca de seis meses após os fins dos trabalhos, deve oferecer as linhas e as práticas que as dioceses do mundo inteiro devem adotar sobre o tema.   

Durante os debates, houve alguns "avanços" em temas considerados polêmicos pela Igreja Católica, como a comunhão para os divorciados que estão em um segundo casamento e sobre a união de pessoas do mesmo sexo.   

Sobre o primeiro, houve a liberação do "discernimento" para os padres para liberar o sacramento para as pessoas nesta situação.   

Já sobre o casamento gay, apesar de não citar o tema no documento final, o relatório do Sínodo afirma que todo o indivíduo, independentemente da própria tendência sexual, deve "ser respeitado na sua dignidade e acolhido com respeito".   

No evento de apresentação do texto estarão presentes o secretário-geral do Sínodo dos Bispos, cardeal Lorenzo Baldisseri, o casal laico Francesco Miano, professor de Filosofia Moral na Universidade de Estudos de Roma Tor Vergata, e Giuseppina De Simone, professora de Filosofia na Faculdade Teológica da Itália Meridional de Nápoles e o arcebispo de Viena, cardeal Christoph Schönborn. 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos