Corrupção é como uma droga, alerta papa Francisco

Da Cidade do Vaticano

  • Andreas Solaro/AFP

    O papa Francisco, durante a missa do ângelus

    O papa Francisco, durante a missa do ângelus

O papa Francisco disse, na missa do ângelus deste domingo (18) que a corrupção vicia e gera "pobreza, exploração e sofrimento".   

"Alguns se comportam com a corrupção como com as drogas. Pensam que podem usá-las e parar quando quiser. Porém, a corrupção vicia e gera pobreza, exploração e sofrimento", explicou, em mensagem. Ainda segundo o líder católico, é preciso escolher, sem oscilar, ente dois caminhos: "a honestidade e a desonestidade, a fidelidade e a infidelidade, o egoísmo e o altruísmo, o bem e o mal".

"Hoje, mais do que nunca, precisamos da paz diante das guerras em todas as partes do mundo", acrescentou.   

Francisco convidou os fiéis presentes na Praça São Pedro a interceder pelo encontro inter-religioso que acontece na próxima terça-feira (20), em Assis. O evento celebra os 30 anos do primeiro encontro do então papa João Paulo II com líderes de diversas religiões, inclusive as consideradas "pagãs" pela Igreja Católica, em um inédito gesto de aproximação. Francisco se encontrará com cerca de 500 líderes de nove religiões de todo o mundo em Assis para pedir o fim do terrorismo e promover a paz.   

"Com o exemplo de São Francisco, homem de fraternidade, todos estamos convocados a oferecer ao um mundo um fortíssimo testemunho de nosso comum compromisso pela paz e a reconciliação entre os povos", disse o Papa.   

Desta forma, pediu que no dia do encontro "todos estejam unidos em oração, cada um tomando o tempo que for preciso, mas todos unidos pela paz". 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos