Chefe das Farc pede perdão a vítimas de conflito

BOGOTÁ, 26 SET (ANSA) - Rodrigo Londoño Echeverri, o "Timochenko", chefe das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), pediu nesta segunda-feira (26) perdão às dezenas de milhares de vítimas do conflito no país.   

"Peço sinceramente perdão a todas as vítimas do conflito por toda a dor que tenhamos podido causar nesta guerra", declarou Timochenko em seu discurso após a assinatura do acordo de paz com Bogotá.   

"Que Deus abençoe a Colômbia! Acabou a guerra, estamos começando a construir a paz", acrescentou o líder guerrilheiro, que logo em seguida se assustou com a passagem de dois aviões. "Vieram celebrar a paz, e não descarregar bombas", brincou.   

O chefe das Farc também confirmou que o grupo se transformará em um partido e fará "política sem armas". "[O presidente] Juan Manuel Santos foi um valoroso interlocutor, capaz de aguentar as pressões dos setores belicistas", disse. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos