Jesuítas elegem venezuelano como novo 'Papa Negro'

ROMA, 14 OUT (ANSA) - O padre venezuelano Arturo Sosa Abascal, de 67 anos, foi eleito nesta sexta-feira (14) como novo superior-geral da Companhia de Jesus, também conhecido como "Papa Negro" por conta das roupas escuras usadas pela ordem.   

Abascal foi escolhido durante a 36ª congregação geral dos jesuítas, reunida em Roma, capital da Itália, e será o 30º sucessor de Inácio de Loyola, fundador da Companhia. Ele substituirá o espanhol Adolfo Nicolás, que renunciou ao completar 80 anos.   

Pela primeira vez na história de quase 500 anos da ordem, ela será comandada por alguém de fora da Europa, justamente no momento em que no topo da Igreja Católica está um latino-americano, Francisco, também ele jesuíta.   

Abascal nasceu em Caracas, no dia 12 de novembro de 1948, e ocupou vários cargos na hierarquia da Companhia de Jesus. Também fez doutorado em ciências políticas na Universidade Central da Venezuela e fala espanhol, italiano e inglês, além de compreender francês. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos