Detentos fogem de prisão visitada por papa Francisco

ROMA, 27 OUT (ANSA) - Ao menos três detentos fugiram nas primeiras horas de hoje (27) do centro de detenção de Rebibbia, em Roma, local que já foi visitado pelo papa Francisco. Os fugitivos são três homens de nacionalidade albanesa que escaparam da prisão usando um lençol par atravessar um muro.   

Eles eram mantidos na ala G9, onde ficam os condenados por crimes comuns, mas tratados com "precaução" pela gravidade dos delitos, como violência sexual e homicídio. A polícia italiana está analisando as imagens de câmeras de segurança para descobrir a dinâmica da fuga, inclusive se os detentos fugiram a pé ou se havia alguém esperando-os com algum carro. Um dos fugitivos tem 35 anos de idade e está preso por homicídio, assim como um outro de 40 anos. O terceiro tem 38 anos e foi condenado por favorecimento à prostituição. Na noite de ontem, devido ao terremoto que atingiu a zona central da Itália, 39 detentos foram transferidos de Rebibbia para o centro de Camerino.   

O papa Francisco visitou o complexo de prisões de Rebibbia em 2015 e lavou os pés de 12 condenados. Além disso, o líder católico já enviou presentes de Natal e Páscoa a alguns prisioneiros do local, que abriga homens e mulheres. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos