Mais de 45 morrem na Sibéria após beberem óleo de banho com álcool tóxico

Em Moscou

  • Reprodução/facebook.com/amoschapplephotography

Ao menos 48 pessoas morreram nesta segunda-feira (19) em Irkutsk, na Sibéria (Rússia), após ingerirem um óleo para banho que continha álcool tóxico.   

De acordo com o procurador regional, Stanislav Zubovski, cerca de 54 pessoas foram hospitalizadas nos últimos três dias depois de terem bebido o líquido. Segundo autoridades russas, o líquido foi apresentado como um óleo de banho perfumado com espinheiro-branco. Cada garrafa de 25 mililitros era vendida a 40 rublos (aproximadamente 60 centavos de euros).   

O prefeito de Irkutsk, Dimitri Berdnikov, decretou estado de emergência na cidade de 600 mil habitantes, e prometeu "encontrar e punir os responsáveis", segundo o site do município. A polícia descobriu o local de fabricação da bebida e deteve seus dois proprietários, assim como cinco pessoas acusadas de comercializar o produto. Além disso, as autoridades apreenderam mais de 500 litros do líquido.   

"É uma tragédia espantosa", declarou Dimitri Peskov, porta-voz do Kremlin. Já o primeiro-ministro, Dimitri Medvedev, ordenou que o governo solucione o problema e disse que a venda do produto é uma "vergonha absoluta".   

As colônias baratas e as loções com álcool são vendidas sem as restrições que são aplicadas às bebidas alcoólicas e são consumidas pelos mais pobres na Rússia. 


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos