Itália registra maior inflação em 4 anos

ROMA, 28 FEV (ANSA) - Após ter fechado 2016 com deflação, a Itália registrou em fevereiro de 2017 sua inflação mais alta em quatro anos.   

Segundo dados divulgados nesta terça-feira (28) pelo Instituto Nacional de Estatística (Istat), o índice de preços no país atingiu um crescimento de 1,5% em comparação com o mesmo período de 2016.   

Essa é a taxa mais elevada desde março de 2013, quando a taxa teve um aumento de 1,6%. Em relação a dezembro do ano passado, a expansão foi de 0,5%. Já em uma base mensal, o aumento foi de 0,3%.   

De acordo com o Istat, a alta inflação é decorrente do aumento dos preços, principalmente de alimentos (8%), bens energéticos não regulamentados (12,1%) e serviços de transportes (2,4%).   

O aumento nos preços dos produtos alimentares é o maior em oito anos. Segundo o Istat, a taxa teve um crescimento de 1,1% em uma base mensal e 3,1% em uma base anual. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos