Polícia confirma que terrorista de Londres agiu sozinho

ROMA, 26 MAR (ANSA) - A Polícia Metropolitana de Londres confirmou neste fim de semana que Khalid Masood, autor do ataque na ponte e no palácio de Westminster, sede do Parlamento do Reino Unido, agiu sozinho.   

O atentado deixou quatro pessoas mortas, além do próprio agressor, e foi reivindicado pelo grupo terrorista Estado Islâmico (EI), mas as autoridades britânicas trabalham com a hipótese de que ele era apenas um "lobo solitário".   

"Acreditamos que Masood agiu sozinho, mas talvez nunca saibamos as razões", disse Neil Basu, um dos delegados responsáveis pelas investigações. Ao todo, o ataque durou apenas 82 segundos, tempo suficiente para o terrorista espalhar pânico pela cidade.   

Das 11 pessoas presas após o atentado por suspeita de radicalismo, nove foram libertadas. "Não parece que Masood tenha tido cúmplices", acrescentou o policial. Contudo, segundo o jornal "Sunday Mirror", semanas antes do ataque, o EI lançou um apelo no aplicativo de mensagens Telegram convidando simpatizantes a atingirem Londres.   

Masood, cujo nome original era Adrian Russell Ajao, nascera no próprio Reino Unido e tinha 52 anos. Com condenações por crimes como porte ilegal de arma, desordem pública e furtos, ele teria se convertido ao islã na Arábia Saudita. Seus vizinhos o descreveram como um homem "calmo". (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos