Incidentes após eleições na França têm 9 feridos e 29 presos

PARIS, 24 ABR (ANSA) - Ao menos nove pessoas ficaram feridas e 29 foram presas nos incidentes registrados em Paris, na noite de ontem (23), logo após o anúncio do resultado do primeiro turno das eleições presidenciais francesas. Os feridos são seis policiais e três manifestantes que participaram da marcha estudantil cujo mote era o "antifascismo" e o "anti-Macron", ou seja, contra os dois vitoriosos no primeiro turno das eleições. O protesto terminou em confusão perto da Praça da Bastilha. As eleições presidenciais francesas ocorreram neste domingo (23), com um forte clima de tensão devido aos atentados terroristas que o país sofreu nos últimos anos e com o recente ataque da última sexta-feira, um tiroteio na capital. As autoridades tinham emitido um alerta máximo de risco de atentados durante as eleições, o que colocou em dúvida a participação dos eleitores e o nível de abstenção. Com quase todas as urnas apuradas, o primeiro turno das eleições terminou com o liberal Emmanuel Macron, de 39 anos, e a ultranacionalista Marine Le Pen, de 48 anos, na liderança. Ele, do partido "Em Marcha!" obteve cerca de 24% dos votos, contra os 21% da líder do extrema-direita Frente Nacional (FN). Macron e Le Pen disputarão o segundo turno das eleições em 7 de maio. Pela primeira vez desde 1958, os dois principais partidos políticos da França, o Republicano e o Socialista, não estão na disputa ao Palácio do Eliseu. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos