Trump proíbe que governo compre software de empresa russa

MOSCOU E WASHINGTON, 12 JUL (ANSA) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, removeu a empresa russa de cibersegurança Kaspersky Lab da lista de fornecedores autorizados a prestarem serviço e venderem produtos de tecnologia a agências do governo.   

O gabinete do magnata republicano teme que a empresa seja usada pelos serviços de inteligência de Moscou para entrar nas redes e sistemas dos Estados Unidos.   

A exclusão foi anunciada pela própria Administração de Serviços Gerais (GSA) dos EUA."A decisão foi tomada após uma análise atenta", explicou a GSA. "A prioridade é assegurar a integridade da segurança dos sistemas do governo e do seu network", informou. Mas os escritórios e agências governamentais poderão ainda comprar produtos da Kaspersky, como programas de antivírus, se a aquisição ocorrer por fora dos contratos com a GSA. Em resposta, a empresa russa negou qualquer vínculo com o governo de Moscou e rejeitou a ideia de repassar informações secretas. A Kaspersky disse ser apenas uma "vítima da luta geopolítica entre a Rússia e os Estados Unidos". O governo russo também criticou o banimento, alegando que a decisão dos EUA fora "política", contra uma empresa de alto nível que fornece serviços melhores que a concorrência. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos