Israel retira detectores de metais de Esplanada em Jerusalém

ROMA, 25 JUL (ANSA) - O governo de Israel decidiu retirar os polêmicos detectores de metais da entrada da Esplanada das Mesquitas, em Jerusalém, os quais haviam provocado tensão com os palestinos locais. A notícia foi anunciada nesta terça-feira (25) pelo jornal "Haaretz". Os aparelhos já começaram a ser removidos durante a noite, após uma reunião do governo realizada ontem. Eles tinham sido instalados na entrada da Esplanada das Mesquitas em 14 de julho, depois de um atentado matar policiais. Os detectores serão substituídos nos próximos meses por câmeras de vídeo com tecnologia avançada, as quais permitem identificar explosivos e armas escondidas, além de realizarem reconhecimento facial. O governo israelense colocou 25 milhões de euros à disposição de um novo plano de segurança no local para um semestre. Mas os líderes islâmicos da Esplanada das Mesquita criticam qualquer tipo de monitoramento realizado por israelenses no lugar sagrado. A instalação de detectores de metais gerou protestos dos palestinos na semana passada. Durante as tradicionais orações de sexta-feira, quatro palestinos morreram em confrontos com a polícia israelense, enquanto outros três israelenses foram assassinados por um palestino. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos