PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Bélgica reforça segurança até 2020 contra terrorismo

28/08/2017 16h46

BRUXELAS, 28 AGO (ANSA) - O Ministério da Defesa da Bélgica anunciou nesta segunda-feira (28) que o Exército deve continuar patrulhando as estradas do país até 2020 para tentar evitar possíveis ataques terroristas.   

De acordo com o jornal belga "Standaard", citando o major Marc Thys, a operação chamada "Homeland" deve ser mantida por pelo menos mais dois anos e meio ou três. A iniciativa prevê a presença de 1.250 militares nas ruas para conter possíveis ataques terroristas.   

O programa militar foi revisado e terá como um dos objetivos proteger prédios e locais considerados alvos potenciais. A intenção é aumentar o número de homens para reduzir o período de serviço das tropas.   

"A moral das tropas continua sendo nosso maior desafio. Em média, os militares estão nas ruas há seis meses", disse Thys à publicação.   

Desde março de 2016, quando Bruxelas foi alvo de um ataque terrorista reivindicado pelo grupo jihadista Estado Islâmico (EI), a Bélgica está em alerta nível 3, o que equivale a uma "grave e possível" ameaça.   

Na última sexta-feira (25), um homem tentou agredir militares com um facão em Bruxelas, mas foi "neutralizado" pelos soldados.   

No entanto, o EI assumiu a autoria do ataque. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Internacional