Sem sucessor, Partido Comunista confirma Xi Jinping no poder

PEQUIM, 25 OUT (ANSA) - O Partido Comunista Chinês (PCC) confirmou o presidente do país, Xi Jinping, como líder do poder por mais cinco anos no país. No entanto, a decisão anunciada nesta quarta-feira (25), não aponta nenhum possível sucessor no Comitê Permanente de Politburo, o organismo que detém todas as decisões na China.   

O Comitê mantém a composição de sete membros, incluindo o presidente, e conta com o atual premier, Li Keqiang, 62 anos, com Li Zhanshu, 67, Wang Yang, 62, Wang Huning, 62, Zhao Leji, 60 e Han Zheng, 61. Com isso, é provável que o atual mandatário amplie ainda mais seu governo, o qual assumiu em 2012.   

Esses sete representantes serão os responsáveis pelas políticas do país até 2022, quando ocorre o 20º Congresso do PCC. Após a confirmação já esperada de seu nome, Xi Jinping afirmou que o Congresso "definiu os novos objetivos e as novas obrigações" do governo e que "devemos nos coordenar para levá-los adiante". Ontem, o presidente teve a honra de ter seu nome e sua teoria de governo incluídos na constituição da legenda, ato que só o lendário Mao Tsé-Tung teve a honra de receber ainda em vida.   

Um dos políticos chineses que era apontado como sucessor de Xi Jinping foi recentemente expulso do PCC por responder a uma investigação sobre corrupção. Sun Zhengcai era líder da megalópole de Chongqing e era considerado uma das "estrelas" do partido aos 53 anos, mas perdeu todo o seu prestígio com a investigação em andamento. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos