BCE mantém taxas, mas anuncia redução na compra de títulos

FRANKFURT, 26 OUT (ANSA) - O Banco Central Europeu surpreendeu nesta quinta-feira (26) e anunciou o corte na compra de ativos entre janeiro e setembro de 2018. Em nota, a entidade anunciou a manutenção das taxas de juros básicos, mas informou que reduzirá para 30 bilhões de euros as compras mensais no plano de relaxamento quantitativo (QE, na sigla em inglês). Atualmente, o BCE gasta o dobro desse valor (60 bilhões de euros) no plano. A nota informa que essa compra poderá continuar além de setembro "caso seja necessário" e que isso será mantido até quando o Conselho Diretor "não veja mais a necessidade de ajustamento da inflação coerente com seu objetivo", que atualmente está em 2%. "Para que a inflação de base continue se reforçando e apoie os investimentos de médio prazo, é ainda necessário um amplo grau de acomodação monetária", disse o presidente da entidade, Mario Draghi, em coletiva. "Em termos de capacidade de ter uma posição político-monetária que sustente os objetivos de inflação, estamos bem fortalecidos", acrescentou ainda. Analistas previam que o plano fosse encerrado no fim deste ano.   

Já as taxas foram mantidas no menor nível histórico. O índice principal de juros ficou em 0,00%, a taxa de depósitos marginais ficou em -0,40% e a taxa sobre empréstimos marginais ficou em 0,25%. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos