Ataque com mísseis contra bases militares na Síria mata 40

TEERÃ, 30 ABR (ANSA) - Um ataque com mísseis contra bases militares no norte da Síria deixou pelo menos 40 mortos e 60 feridos na noite deste domingo (29), informou a agência de notícias "ISNA".   

Segundo a publicação, a ofensiva atingiu a Brigada 47, na província de Hama, e um posto em Aleppo. Entre as vítimas, 26 eram combatentes pró-governo sírio, em sua maioria iranianos.   

A mídia local diz que, possivelmente, os ataques podem ser tanto de autoria de israelenses quanto de bases britânicas e norte-americanas do norte da Jordânia. No entanto, o ministro dos Transportes e diretor do serviço de inteligência, Yisrael Katz, afirmou que não tem conhecimento sobre o caso. Mas a "violência e a instabilidade na Síria são resultados das tentativas do Irã de fazer uma implantação militar no país", acrescentou, de acordo com a TV estatal síria.   

No início de abril, sete soldados iranianos foram mortos durante um ataque a uma base aérea em Homs. Damasco, Teerã e Moscou acusaram Israel, que não confirmou e nem negou. Além disso, menos de duas semanas atrás, ocorreu um outro relato de uma possível invasão contra instalações militares do governo na mesma região e nos subúrbios de Damasco. Mas os próprios militares disseram que um alarme falso acionou o sistema de defesa. Já no último dia 14 de abril, o território sírio foi atingido por uma operação militar coordenada pelos Estados Unidos, França e Reino Unidod como uma represália contra o regime de Bashar al-Assad, após um ataque químico na região de Ghouta Oriental.   

(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos