PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Chavismo acusa aliado de Guaidó de 'terrorismo'

21/03/2019 20h11

CARACAS, 21 MAR (ANSA) - O ministro do Interior da Venezuela, Nestor Reverol, disse que Roberto Marrero, chefe de gabinete de Juan Guaidó, foi preso no âmbito de um inquérito que desmantelou um "grupo criminoso" que preparava "ataques terroristas" e "homicídios seletivos" no país. "Foram encontrados armas de guerra e dinheiro vivo na casa de Roberto Marrero", declarou.   

(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Internacional