Conteúdo publicado há 1 mês

Ex-presidente do Equador, Rafael Correa é denunciado por 'traição'

A ministra do Trabalho do Equador, Ivonne Núñez, apresentou uma denúncia contra o ex-presidente Rafael Correa, que governou a nação entre 2007 e 2017.

A política denunciou o ex-mandatário de "traição à pátria" por seus recentes comentários feitos nas redes sociais e em diversos veículos de comunicação estrangeiros, em meio à crise diplomática entre Equador e México.

"Esses comentários foram feitos abertamente por um ex-presidente, ou seja, uma pessoa publicamente conhecida, com alcance e influência midiática, que mantém até hoje um apoio significativo dos equatorianos, de modo que suas opiniões e declarações têm mais peso do que os de um cidadão comum", aponta a denúncia.

De acordo com um membro do governo de Daniel Noboa, o ex-chefe de Estado estaria incitando a comunidade internacional a sancionar Quito pela operação policial na embaixada mexicana para prender o ex-vice-presidente Jorge Glas, um forte aliado de Correa.

Caso seja condenado pelo crime, o ex-mandatário poderá pegar de 10 a 13 anos de prisão.

Deixe seu comentário

Só para assinantes