Atirador parecia odiar todo mundo e dizia querer 'matar muita gente', diz ex-colega

Um ex-colega de trabalho do atirador de Orlando, Omar Mateen, descreveu como ele afirmou querer "atirar e matar um grande grupo de pessoas".

Daniel Gilroy trabalhou com o atirador por cerca de um ano, em 2015. Ele disse que Mateen parecia odiar todo tipo de pessoa, exceto "homens brancos heterossexuais".

O ataque de Mateen na casa noturna gay Pulse causou a morte de ao menos 49 pessoas e deixou 53 feridos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos