Americano sofre queimaduras de 3º grau com explosão de cigarro eletrônico em Nova York

Um americano sofreu queimaduras de terceiro grau depois que um cigarro eletrônico explodiu em seu bolso no interior de uma loja de conveniência na Grand Central Station, a principal estação ferroviária de Nova York.

Otis Gooding, 31, estava no balcão de atendimento da loja onde trabalha, conversando com colegas, quando o cigarro eletrônico explodiu, provocando queimaduras de segundo grau em sua perna e sua mão, segundo seu advogado.

Gooding foi levado ao hospital e deve passar por uma cirurgia. Ninguém mais ficou ferido.

Câmeras de segurança da loja mostram o momento do incidente. Gooding pula assim que vê faíscas começam em suas calças, que soltam fumaça enquanto ele tenta retirar o objeto do bolso.

Este não é o primeiro caso de explosão de cigarros eletrônicos este ano nos Estados Unidos. Em maio, um aparelho explodiu no rosto de um homem, também em Nova York, quebrando seus dentes e abrindo um buraco em sua língua, além de queimar nas mãos.

Em fevereiro, um cigarro eletrônico explodiu nas calças de um outro homem no Estado do Kentucky, e as chamas tiveram que ser apagadas com um extintor de incêndio.

Segundo um relatório do Departamento de Bombeiros dos EUA, foram registrados 25 casos de incêndio causados por cigarros eletrônicos entre 2009 e 2014.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos