Médico colombiano diz que é crítico estado de saúde dos 4 sobreviventes brasileiros

Os médicos classificam como crítico o estado de saúde dos três jogadores e um jornalista brasileiros que sobreviveram ao acidente com o avião da companhia Lamia que levava o time da Chapecoense para Medellín, na Colômbia. As informações são do Sportv.

O goleiro Jackson Follmann, o lateral esquerdo Alan Ruschel, o zagueiro Hélio Neto e o jornalista Rafael Henzel estão em três hospitais, nas cidades de La Ceja e Rionegro, as mais próximas do local onde o avião caiu, a cerca de 50 km de Medellín.

Até o momento nenhum parente chegou do Brasil aos hospitais.

Setenta e sete pessoas estavam a bordo, entre jogadores, jornalistas e tripulantes. Apenas seis sobreviveram: além dos quatro brasileiros, dois tripulantes colombianos, uma aeromoça identificada como Ximena Suarez e o técnico de voo Erwin Tumiri.

De acordo com o médico Juan Antonio Rodriguez, chefe do plantão no hospital San Juan de Dios, que falou com a jornalista Lívia Laranjeira, do Sportv, Neto e Rafael Henzel tiveram uma boa evolução nas últimas 12 horas.

"Mas o estado deles é considerado crítico e eles estão sob cuidados intensivos", informou Laranjeira, que está desde a noite de segunda-feira em La Ceja.

Segundo a jornalista, Neto e Henzel passaram por cirurgias para drenar o sangue e expandir os pulmões, porque chegaram ao hospital com traumas torácicos e hemorragias nos pulmões.

Os dois seguem entubados e devem permanecer respirando com ajuda de aparelhos por mais 48 horas, disse o médico à Laranjeira.

Rodriguez informou também que nenhum dos dois tem contusões com sangramentos ou edemas no cérebro.

Neto já estaria começando a abrir os olhos e tossindo. "Ele parece estar acordando, mas os médicos pretendem mantê-lo em um estado de semiconsciência", disse a repórter.

Alan Ruschel foi transferido ainda na terça-feira do hospital San Juan de Dios para a Clínica Somer, na cidade de Rionegro, que fica a apenas 22 km de La Ceja.

Ele sofreu uma lesão entre duas vértebras e os médicos lutam para que o jogador não perca os movimentos das pernas.

O goleiro Follmann teve a perna direita amputada abaixo do joelho e está em estado crítico no Hospital San Vicente, também em Rionegro.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos