Bar em São Tomé cria o afrodisíaco 'Pilolo Atômico'

da BBC, em Londres

Um bar na Ilha de São Tomé, na costa oeste da África, aposta na fama de um coquetel afrodisíaco para atrair fregueses durante a temporada de festas.

Uma grande garrafa de vidro com um misterioso líquido marrom e o nome de "Pilolo Atômico" ocupa lugar de destaque no bar.

"É tão popular, até o presidente fala", diz Maria João Pombo, dona do bar Café e Companhia. "O 'Pilolo Atômico' é feito de uma mistura de um brandy local com cascas de árvores."

"Nós também o saboreamos com coisas como canela porque é muito amargo", acrescenta. "Aqui, em São Tomé, dizem que é afrodisíaco."

Remédio caseiro

Maria João, que se mudou para São Tomé há cinco anos, começou a servir o coquetel em seu bar há cerca de um ano e meio, depois de ouvir falar sobre a invenção erótica local.

"Eu sabia que as pessoas aqui comiam cascas de plantas e engoliam com o que chamavam de uma 'bebida quente'", conta a empreendedora. "Decidi, então, combinar os ingredientes e colocá-los em uma garrafa."

Tradicionalmente, no entanto, a bebida não era utilizada apenas para melhorar a potência sexual.

As pessoas comiam as cascas de árvores para curar dores no estômago e hérnias e para ter força para caminhar por quilômetros sem comer ou beber mais nada.

Significado

"Pilolo Atômico" também não é o nome original da receita africana. O nome da bebida foi idéia de alguns amigos de Maria João.

"Eu sabia que o nome soava muito sugestivo, mas não sabia exatamente o que pilolo significava", conta a dona do bar.

"Depois que a bebida começou a se tornar popular, decidi registrar o nome e o produto", revela Maria João. "Mas não deixaram. Foi então que descobri que 'pilolo' significa pênis."

Os críticos dizem que a popularidade do coquetel se deve apenas ao nome, mas clientes do bar juram que não.

"Quando bebo apenas um copo de 'pilolo', eu me sinto forte por 12 horas. Acredite, realmente funciona", diz o freguês Miguel. "Você só precisa ter uma mulher bonita com você."

As mulheres que freqüentam o bar também dizem apreciar os efeitos afrodisíacos da bebida. "É fantástico, muito melhor do que a pílula azul", diz Alexia, em uma referência ao Viagra.

Outros clientes afirmam que o coquetel tem um sabor que pode ser melhor apreciado com o tempo. "Tem um gosto sujo", afirma Bibi.

Eficiente ou não, o "Pilolo Atômico" promove o sexo seguro: quem pede a bebida no bar de Maria João ganha também um preservativo de graça.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos