Al Jazeera reage com ceticismo ao discurso de Bush

da BBC, em Londres

A mídia árabe reagiu com ceticismo ao anúncio da nova estratégia para o Iraque feito pelo presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, na noite de quarta-feira, questionando sua possibilidade de sucesso.

Logo após a transmissão do discurso de Bush, o correspondente em Washington da TV Al Jazeera disse que as medidas anunciadas pelo presidente americano não são verdadeiramente “novas” e afirmou que ele anunciou “uma tática nova, não uma estratégia nova”.

Ele também observou que a recomendação do Grupo de Estudos para o Iraque para o envolvimento dos governos sírio e iraniano na busca de uma solução para o Iraque foi “completamente ignorada” e que, ao contrário, parece haver uma escalada no confronto com esses dois países.

Em entrevista ao canal de TV, o líder da Frente Iraquiana pelo Diálogo Nacional, Salih al-Mutlaq, disse que o tom de Bush no anúncio era o mesmo que ele adotou ao decidir invadir o Iraque e que o presidente americano não parecia convencido sobre o que estava dizendo.

“Política suicida”

A TV Al Arabiya também deu grande destaque ao anúncio de Bush. Um cientista político iraquiano entrevistado pelo canal disse que a política americana para o Iraque é “suicida” e disse que ela é um resultado de “erro após erro”.

Para o professor Hazim al-Shammari, da Universidade de Bagdá, a nova estratégia corre o risco de enfraquecer ainda mais o governo iraquiano, levando “a estadia dos Estados Unidos a ser ainda mais longa”.

Ele criticou ainda a recusa “arrogante” do governo americano em negociar com o Irã e com a Síria, esperando ao mesmo tempo que esses países contribuam para a estabilidade iraquiana.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos