'Sorte do PAC' será decidida no Congresso, diz 'La Nación'

da BBC, em Londres

O Congresso Nacional vive nesta quinta-feira uma "votação-chave" – a eleição dos líderes da Câmara e do Senado – que "decidirá a sorte" do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), avalia o jornal argentino La Nación.

O diário ressalta a possibilidade de segundo turno no pleito, por conta da entrada do tucano Gustavo Fruet, a "terceira via" entre os candidatos do PT, Arlindo Chinaglia, e do PCdoB, Aldo Rebelo.

Se houver necessidade de uma nova votação, "Lula terá de se armar de paciência e fortalecer outras frentes enquanto prepara o gabinete que o assessorará em sua próxima gestão", diz o jornal.

"O presidente se reuniu nesta semana com dirigentes da coalizão de 11 partidos que sustentam seu governo, para pedir respaldo explícito ao PAC. Diante da prevista dinâmica de dispersão partidária, o pedido não é redundante."

Eixo França-Brasil

O anúncio de que o Centro Pompidou, de Paris, considera abrir uma filial no Brasil é o pano de fundo de uma matéria da revista francesa Challenge, de negócios, sobre a "exportação do patrimônio cultural francês".

O jornal lembra que um museu Rodin já está "na pia batismal" – ou seja, às vésperas de abrir suas portas – na Bahia. Já a consagrada universidade Sorbonne desembarcou nos Emirados Árabes, com planos de chegar também à Grécia, Japão, Coréia do Sul, China e Estados Unidos.

Em entrevista ao jornal mexicano Mural, os dirigentes do Centro Pompidou dizem que vão abrir um escritório de representação na América Latina, e que "esperam fazer grandes projetos de associação" com instituições regionais.

Terror online

Matéria no jornal britânico The Times destaca a eficiência de se divulgar, na Internet, ações terroristas com a finalidade de espalhar o medo.

"Vídeos na Internet podem causar mais estrago que ataques com bombas", diz o artigo, que lembra o efeito psicológico da decapitação do engenheiro Kenneth Bigley e do empresário Daniel Berg no Iraque, em 2004. As cenas levaram muitos estrangeiros a deixar o país.

A matéria é motivada pela notícia de que muçulmanos britânicos pretendiam raptar, torturar e decapitar soldados que combateram na atual guerra do Iraque. O grupo, que postaria as imagens na Internet, foi preso em Birmingham, Inglaterra, na quarta-feira.

Para o americano Christian Science Monitor, a "importação" de táticas utilizadas no Iraque representa uma "nova estratégia" do terrorismo internacional.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos