Scolari diz que pretende ficar na Europa

da BBC, em Londres

O técnico brasileiro Luiz Felipe Scolari, à frente da seleção portuguesa, disse que pretende ficar na Europa.

“Meu primeiro pensamento é tentar manter esse contrato com a seleção portuguesa até julho de 2008. Meu segundo objetivo é a minha permanência na Europa por no mínimo mais uns quatro ou cinco anos”, falou Scolari na véspera do amistoso entre Brasil e Portugal, nesta terça-feira, em Londres.

“Não é que eu não pretenda voltar (ao Brasil). Mas eu já tenho uma situação estável aqui com a minha família um pouco diferenciada e vale a pena pensar em termos de Europa, embora eu não saiba, depois de 2008, para onde eu possa seguir, mas provavelmente vou ficar por aqui.”

Em março de 2006, a Federação Inglesa de Futebol chegou a sondar Scolari para atuar na seleção do país. Na época, o brasileiro descartou qualquer mudança, mas agora deixa um canal aberto.

“Eu gostaria de trabalhar na Inglaterra pelo envolvimento dos jogos. É espetacular a organização, os estádios, os jogadores, o envolvimento do povo, mas é um assunto que já passou e agora tenho que cumprir meu contrato com o Portugal, depois não sei”, afirmou. “É um país do futebol que qualquer técnico ficaria feliz em participar dos campeonatos.”

“Estudo qualquer proposta, mas apenas a partir de 2008”, concluiu.

Em relação ao amistoso contra o Brasil e ao fato de que alguns brasileiros acabam torcendo por ele, o técnico brincou: “Agradeço de coração às pessoas que estão torcendo por mim no Brasil. Se não torcerem para a gente ganhar amanhã, torçam para a gente empatar que fica tudo em casa”.

O jogo ocorre no Emirates Stadium, em Londres, nesta terça-feira, às 18h (horário de Brasília).


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos