'Filme de Al Gore' vence Oscar de documentário

da BBC, em Londres

Uma Verdade Inconveniente, de Davis Guggenheim, foi o vencedor do prêmio de melhor documentário no Oscar realizado neste domingo.

O documentário é constantemente chamado de ''o filme de Al Gore'', pois retrata uma série de palestras feitas pelo ex-vice-presidente americano a respeito do aquecimento global. Gore é o ''astro principal'' e o narrador do longa.

O filme se tornou um dos documentários mais bem-sucedidos de todos os tempos e fez com que Gore se tornasse um ambientalista de renome mundial, após ter perdido por pouco a presidência dos Estados Unidos para George W. Bush, no ano 2000.

A cerimônia do Oscar foi farta em tiradas sobre se Gore irá ou não disputar a candidatura pelo Partido Democrata à presidência dos Estados Unidos.

Humor

A primeira delas foi feita pela apresentadora da cerimônia, a humorista Ellen DeGeneres.

Ela lembrou que a atriz Jennifer Hudson, que mais tarde ganhou o Oscar na categoria de coadjuvante, não tinha sido eleita a vencedora do reality show American Idol, mas estava concorrendo a uma estatueta. ''É diferente de Al Gore. A América inteira votou nele, mas...''. A tirada arrancou risos da platéia e do próprio Gore.

Em seguida, foi a vez de Leonardo Di Caprio, que subiu ao palco ao lado de Gore, durante um dos segmentos da premiação.

Di Caprio indagou: ''Existe alguma coisa que o senhor gostaria de anunciar?''. Gore puxou um envelope e disse que ''gostaria de aproveitar a ocasião para anunciar para o povo americano e para o 1 bilhão de espectadores da cerimônia que...''

Mas ele não concluiu o ''anúncio'' e fingiu uma expressão de espanto quando a música que marca cada apresentação se sobrepôs à sua voz.

Inspiração

Gore subiu ao palco para receber o prêmio juntamente com o diretor Davis Guggenheim. O cineasta disse: ''Nós fomos compelidos a agir por esse homem. Fomos inspirados por sua luta de 30 anos''.

"Meus compatriotas americanos, povo de todo o mundo, temos que resolver a crise ambiental. Não é uma questão política. É uma questão moral'', afirmou Gore.

O Oscar deve reacender nos Estados Unidos os rumores de que o ex-vice presidente irá concorrer à presidência. Possibilidade que já foi levantada até por estrategistas do Partido Democrata.

O ex-vice-presidente também está cotado para receber o Prêmio Nobel da Paz deste ano e está por trás do megaevento Live Earth, uma série de shows que visam despertar a consciência ambiental e que contará com shows no Brasil, Estados Unidos, Grã-Bretanha e China, entre outros países.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos