Fórum discutirá mercado mundial de biocombustível

da BBC, em Londres

Brasil, África do Sul, China, Índia, Estados Unidos e União Européia vão lançar nesta sexta-feira o Fórum Internacional dos Biocombustíveis, uma iniciativa para criar um mercado internacional de energia alternativa como etanol.

O anúncio será feito na sede das Nações Unidas, em Nova York.

O Fórum terá duração de um ano e os participantes da iniciativa vão realizar reuniões periódicas para discutir temas prioritários, como a formação de um mercado internacional.

Em 2008, um ano após o início dos trabalhos, o Fórum pretende realizar no Brasil a Conferência Internacional de Biocombustíveis.

Bush

“Para os países desenvolvidos, o uso de biocombustíveis é também atraente, pois diminui a dependência de combustíveis fósseis, contribuindo para a redução de suas emissões de gases de efeito estufa e garantindo maior segurança energética”, afirma nota à imprensa divulgada nesta quarta-feira pelo ministério das Relações Exteriores do Brasil sobre o Fórum.

Para iniciar a discussão, serão criados dois grupos de trabalho – um sobre intercâmbio de informações e outro sobre padrões e normas. Outros grupos podem ser criados conforme a necessidade.

Além da criação de um mercado, o Fórum vai discutir padrões e normas internacionais, infra-estrutura, logística e comércio internacional desses produtos.

Outro objetivo será a troca de informações sobre avanços científicos e tecnológicos.

Brasil e Estados Unidos são os maiores produtores de etanol. O assunto dos biocombustíveis é o principal na pauta da visita do presidente americano, George W. Bush, ao Brasil, no próximo dia 9.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos