BBC fecha acordo com Google para exibir vídeos no YouTube

da BBC, em Londres

A BBC anunciou nesta sexta-feira ter fechado um acordo com a Google para disponibilizar vídeos no site YouTube, que tem mais de 70 milhões de usuários em todo o mundo.

Segundo o acordo, três canais de vídeos da BBC vão ser criados no YouTube, dois deles com conteúdo de entretenimento e outro só com vídeos de jornalismo.

Com o acordo, a BBC espera não só popularizar seus programas entre os usuários do YouTube como também aumentar a audiência de seu próprio site.

A BBC também deve ficar com parte da renda obtida com propaganda veiculada em dois dos novos canais no YouTube.

Clipes

Os canais vão disponibilizar apenas clipes produzidos pela BBC. Para assistir a programas na íntegra ou baixá-los, o internauta terá que visitar o site da BBC – daí a expectativa de que a audiência desse site aumente com a presença da BBC no YouTube.

A diretora de Mídia do Futuro e Tecnologia da BBC, Ashley Highfield, explicou que o acordo não é visto pela empresa como uma forma de distribuir conteúdo. "O YouTube é um veículo promocional para nós", disse.

Em um dos canais, os internautas poderão assistir vídeos especialmente produzidos para o YouTube – por exemplo, haverá um vídeo em que o correspondente da BBC em Bagdá, Clive Myrie, vai mostrar como é difícil exercer o jornalismo nas ruas da cidade.

Grandes empresas de comunicação americanas, como a CBS, a NBC e a Fox, já tinham acordos semelhantes com o YouTube.

O site, um dos mais populares do mundo, foi comprado pela Google em novembro do ano passado por US$ 1,65 bilhão.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos