Topo

Dilma inaugura com Mujica parque eólico no Uruguai antes de posse de Vázquez

28/02/2015 15h45

Montevidéu, 28 fev (EFE).- A presidente Dilma Rousseff inaugurou neste sábado junto com o presidente uruguaio, José Mujica, um complexo eólico que contou com a participação de empresas dos dois países, logo após chegar ao Uruguai, onde assistirá neste domingo à posse de Tabaré Vázquez.

O presidente brasileira se disse "emocionada" com o fim do mandato de José Mujica, e expressou sua "certeza" de que as relações bilaterais vão se aprofundar com a chegada ao poder de Vázquez.

"Tenho certeza de que as relações do Brasil com o Uruguai vão aprofundar cada vez mais com a chegada do presidente Tabaré", escreveu Dilma em sua conta no Twitter em sua chegada à cidade uruguaia de Tarariras (Colônia) para inaugurar o Parque Eólico de Artilheiros.

Em seu discurso Dilma também elogiou Mujica, que "está comprometido com a democracia e com os direitos humanos".

A presidente ainda expressou sua intenção de trabalhar para garantir uma América Latina de acordo com "os sonhos de Pepe Mujica: democrática, livre e desenvolvida".

O Parque Eólico de Artilheiros é fruto da parceria entre a Eletrobras e a Usinas e Transmissões Elétricas (UTE) do Uruguai.

"A partir de nossas relações bilaterais tentamos tornar possível uma maior aproximação e integração entre nossos países", afirmou Dilma, para quem este projeto faz parte de uma visão de parceria entre Brasil e Uruguai.

Mujica, por sua vez, destacou a importância da vontade política na hora de conseguir a integração regional, já que, exclamou, "o triunfo depende de nós mesmos e o fracasso também".

Dilma visitará ainda em Colônia a Estadia Presidencial de Anchorena, onde participará da apresentação da matrícula veicular do Mercosul, que também contará com a participação de Mujica.

O Uruguai será o primeiro país que começará a registrar seus veículos, a partir de março, com uma placa comum para Argentina, Brasil, Paraguai, Venezuela, integrantes do Mercosul.

Mais Internacional