Naufrágio de barca entre Turquia e ilha da Grécia mata 4 refugiados

Istambul, 26 jan (EFE).- Pelo menos quatro refugiados, entre eles três crianças, morreram afogados nesta terça-feira após o naufrágio de sua barca entre as costas da Turquia e da ilha de Farmakonisi, na Grécia, informou a agência de notícias turca "Anadolu".

A barca transportava refugiados sírios que tinham partido das praias de Didim, uma cidade na província turca de Aydin, a cerca de dez quilômetros de distância da ilha grega.

Os agentes da Guarda Costeira turca iniciaram uma operação com apoio aéreo para resgatar os sobreviventes.

Segundo o jornal turco "Bugün", os mortos são pelo menos cinco pessoas e as patrulhas foram alertadas por pescadores que acharam o corpo de uma criança.

Nesse momento continua a busca de outras 16 pessoas que, segundo o testemunho dos sobreviventes, estavam na barca quando esta naufragou, acrescentou o jornal.

O mau tempo, com temporais de neve em parte da Turquia ocidental, não freou as tentativas de muitos refugiados de chegar às ilhas gregas a partir das costas turcas.

No ano passado, a Guarda Costeira turca recuperou 86.000 refugiados em 2.200 operações, quase todas no mar Egeu.

A Turquia abriga cerca de 2,2 milhões de sírios, dos quais 200.000 vivem em acampamentos governamentais, assim como 45 mil afegãos, 100 mil iraquianos e 14 mil iranianos, tanto solicitantes de asilo como refugiados.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos