Santos confirma negociação com ELN, desde que não haja sequestrados

Bogotá, 30 mar (EFE).- O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, afirmou nesta quarta-feira que a negociação de paz com a guerrilha do Exército de Libertação Nacional (ELN) anunciada em Caracas se iniciará uma vez estejam resolvidos "temas humanitários", entre eles o fim dos sequestros.

"Para o governo não é aceitável avançar em uma conversa de paz com o ELN enquanto mantiver pessoas sequestradas", disse o chefe de Estado em uma declaração dada na Casa de Nariño, sede do governo colombiano.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos