Alemanha fará "o possível" para capturar executores de refém nas Filipinas

Roma, 27 fev (EFE).- O ministro das Relações Exteriores da Alemanha, Sigmar Gabriel, disse nesta segunda-feira que colaborará com as Filipinas e fará "o possível" para capturar os autores do assassinato de um alemão sequestrado desde novembro pelo grupo terrorista Abu Sayyaf.

"As autoridades filipinas e as alemãs farão o possível para que os autores deste assassinato possam ser capturados, porque obviamente este crime deve ser punido", disse Gabriel em Roma após um encontro com seu homólogo italiano.

O titular das Relações Exteriores da Itália, Angelino Alfano, condenou este "bárbaro" assassinado e confirmou seu "compromisso" na luta contra o terrorismo internacional.

O grupo terrorista Abu Sayyaf divulgou nesta segunda-feira um vídeo no qual mostra a decapitação do cidadão alemão Jürgen Kantner, sequestrado em novembro de 2016 quando navegava em um iate em águas do estado malaio de Sabah, ao sul das Filipinas.

O vídeo foi divulgado na internet um dia depois do fim do prazo dado pelos terroristas para o pagamento de um resgate de US$ 600 mil pelo refém alemão.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos