Vucic assume presidência da Sérvia com o objetivo de entrar na União Europeia

Belgrado, 31 mai (EFE).- Aleksandar Vucic tomou posse nesta quarta-feira como novo presidente da Sérvia, com o compromisso de trabalhar pela paz e a estabilidade na região dos Balcãs, buscar a integração na União Europeia (UE) e conservar as boas relações com Rússia e China.

Vucic, um antigo ultranacionalista convertido em reformista pró-União Europeia, renunciou ontem a seu cargo de primeiro-ministro após ganhar as eleições presidenciais em abril por clara maioria.

A oposição, que denunciou irregularidades durante a campanha eleitoral, anunciou protestos hoje pela chegada de Vucic ao cargo, a quem acusam de tendências autoritárias.

Ao se dirigir aos deputados no parlamento após tomar posse, Vucic declarou hoje que seu país persistirá com sua aspiração de entrar na UE, mas, ao mesmo tempo, manterá boas relações com os seus aliados tradicionais, Rússia e China, e com os Estados Unidos.

Vucic indicou que em seu mandato de cinco anos trabalhará pela paz e a estabilidade nos Balcãs, algo que considera crucial para o futuro.

O novo presidente indicou que vai se esforçar para "criar uma região em que as diferenças sejam uma vantagem e não a base para os conflitos", que foram abundantes no passado, e reivindicou maior cooperação econômica.

Vucic enfatizou que não reconhecerá a independência de Kosovo, que foi autoproclamada por esta antiga província sérvia em 2008, mas que sempre aceitará as negociações com os albano-kosovares em busca de paz e de um futuro melhor.

Os dois países fazem, sob os auspícios da UE, um difícil diálogo de normalização das relações, que é para ambos uma condição importante de aproximação ao bloco comunitário.

"Destruímos muita coisa de lado a labo nos Balcãs ocidentais, mas agora é a hora de reconstruir", indicou Vucic.

O novo presidente afirmou que seguirá a política de neutralidade militar da Sérvia.

Vucic sucedeu no cargo Tomislav Nikolic, com quem fundou em 2008 o conservador Partido Progressista Sérvio (SNS, sigla em servo-croata) após romper com o seu passado ultranacionalista e se voltar para a UE.

O político, de 47 anos, ganhou as eleições presidenciais de 2 de abril com 55% dos votos, muito à frente de seus principais rivais.

Os analistas consideram que Vucic seguirá como a figura política dominante do país apesar de o cargo de presidente ter apenas competências protocolares e representativas.

Em um prazo de 30 dias, Vucic deverá propor um novo primeiro-ministro, cargo que ele vinha exercendo desde 2014.

Vucic conseguiu manter sua grande popularidade apesar das duras medidas de austeridade que promoveu na Sérvia como chefe de governo em uma tentativa de reativar a economia e de controlar as contas públicas.

Na campanha eleitoral, o ex-premiê disse que seu objetivo era manter o cargo presidencial nas mãos do SNS e evitar que um líder opositor chegasse à chefia de Estado e dificultasse o trabalho do governo e suas reformas.

A Sérvia abriu em 2015 as negociações de investimento na União Europeia.

Os opositores e críticos acusam Vucic de autoritarismo, de querer assumir todos as formas de poder e de controlar grande parte dos meios de comunicação do país.

Enquanto Vucic jurava hoje o novo cargo, dezenas de pessoas se manifestaram em uma praça do centro da capital Belgrado contra a concentração de poder em suas mãos e nas de seu partido.

"Somos contrários à ditadura no século XXI", declarou à Agência Efe Jelena Anasumovic, do grupo "Contra a Ditadura", organizador do protesto, e assegurou que a polícia proibiu sua aproximação ao edifício do parlamento para realizar seu protesto.

Por outro lado, milhares de cidadãos vindos de todas as partes da Sérvia se reuniram de forma organizada em frente à Câmara em apoio a Vucic.

Várias partidos de oposição, no entanto, anunciaram outro protesto contra Vucic para esta tarde.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos