Curdistão iraquiano convoca referendo de independência em setembro

Erbil (Iraque), 7 jun (EFE).- A presidência da região autônoma do Curdistão iraquiano convocou nesta quarta-feira um referendo de independência no próximo dia 25 de setembro.

A decisão, anunciada em comunicado, foi tomada após uma reunião entre o presidente do Curdistão iraquiano, Masud Barzani, e os líderes políticos da região, que fica no nordeste do Iraque e tem status autônomo avançado.

Segundo a nota, também foi decidida a convocação de eleições presidenciais no Curdistão em 6 de novembro, após o referendo.

Além disso, foi acertada a criação de três comitês que serão presididos por Barzani. Cada um deles será responsável de discutir a realização do referendo com as autoridades do Iraque, com os países árabes e os outros governos da região - Turquia e Irã.

Em fevereiro, Barzani afirmou que tinha chegado o momento de realizar um referendo de autodeterminação e defendeu que ninguém poderia impedir a convocação da consulta com o povo curdo.

O Curdistão iraquiano tem um status de autonomia desde a década de 1990 e foi reconhecido na Constituição de 2005, quando foi definido pelo Iraque como um "estado federal".

Desde o surgimento do grupo terrorista Estado Islâmico em 2014 no Iraque, os curdos têm atuado de forma destacada na luta contra os jihadistas e expandiram seus dominíos territoriais, o que gerou tensões com o governo iraquiano.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos