Parlamento egípcio aprova ampliação de estado de emergência por 3 meses

Cairo, 4 jul (EFE).- O Parlamento do Egito aprovou nesta terça-feira a extensão do estado de emergência vigente em todo o país por um período de três meses a partir de 10 de julho, informou a agência estatal de notícias "Mena".

O Conselho de Ministros tinha aprovado a extensão do estado de emergência, em 22 de junho, como prorrogação do primeiro período de três meses estabelecido em abril deste ano.

Segundo a Constituição egípcia, o estado de emergência só pode ser renovado uma vez, por três meses e com a aprovação de três quartos do Parlamento, por isso as autoridades não poderão prolongá-lo ao termo deste período, em outubro.

No dia 9 de abril, o presidente do país, Abdel Fatah al Sisi decretou o estado de emergência poucas horas após os atentados a duas catedrais coptas do norte do país, nos quais morreram mais de 40 pessoas e pelos quais o grupo terrorista Estado Islâmico assumiu a autoria.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos