Trump pretende assinar projeto de lei com sanções à Rússia, segundo porta-voz

Washington, 28 jul (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, tem a intenção de assinar um projeto de lei aprovado pelo Congresso que endurece as sanções contra a Rússia, segundo antecipou nesta sexta-feira a porta-voz da Casa Branca, Sarah Sanders.

Em comunicado, Sanders informou que Trump já revisou a "versão final" desse projeto, o aprova e "tem a intenção de assiná-lo".

O projeto endurece as sanções contra a Rússia devido à suposta interferência do país nas eleições americanas, às ações russas na Ucrânia e na Síria e às violações dos direitos humanos.

Até agora a Casa Branca não tinha confirmado se Trump pensava EM assinar o projeto.

O pouco apoio que o texto recebeu em ambas as câmaras do Congresso significa que o Legislativo poderia invalidar um veto do governante se este decidisse impô-lo, algo que não parece que vá fazer, e a lei entraria em vigor da mesma forma.

A intenção de Trump de assinar o projeto foi divulgada poucas horas depois da ordem da Rússia ao Governo americano de diminuir seu pessoal diplomático na Rússia, dada justamente em resposta a essas últimas sanções aprovadas pelo Congresso do país.

O Ministério de Exteriores russo ordenou hoje ao Governo dos EUA que, a partir do dia 1º de setembro, reduza o número de diplomatas e colaboradores que trabalham na sua embaixada em Moscou e nos consulados de São Petersburgo e outras cidades, até o mesmo número que o pessoal diplomático russo nos EUA.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos