Duterte perde 11 pontos de apoio após escândalos na campanha antidrogas

Manila, 9 out (EFE).- O governo do presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, sofreu sua queda de apoio mais importante, ao descer 11 pontos, após vários escândalos na campanha antidrogas, ainda que permaneça com maioria de aprovação popular.

Uma forte polêmica devido às mortes de jovens na guerra "contra as drogas" e alegações sobre a suposta fortuna do governante atingiram Duterte, segundo a pesquisa da consultoria independente Social Weather Stations.

Apesar disso, 67% dos entrevistados asseguram estar "satisfeitos" com a gestão de Duterte, contra 19% que se declarou "insatisfeito" e 14% de "indecisos", segundo pesquisa realizada no final de setembro com uma amostra de 1.500 pessoas em todo o país.

Os dados representam uma forte baixa na popularidade do presidente em comparação com os dados recolhidos pela mesma consultoria em junho passado, com 78% dos filipinos se mostrando satisfeitos com o presidente.

A morte de três jovens e outras irregularidades cometidas dentro da campanha contra as drogas nos últimos meses deram lugar a vários escândalos.

Além disso, o Escritório do Defensor do Povo iniciou uma investigação das contas de Duterte após as alegações de seu maior adversário politico, o senador Antonio Trillanes, que o governante esconde uma fortuna sem declarar.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos