Medvedev classifica clima das relações com EUA como "repulsivo"

Moscou, 30 nov (EFE).- O primeiro-ministro da Rússia, Dmitri Medvedev, afirmou nesta quinta-feira que a crise entre Moscou e Washington se deve ao "clima repulsivo" que existe nas relações bilaterais, e não a algo pessoal entre os líderes dos dois países.

"O problema não são as nossas relações pessoais (com dirigentes dos Estados Unidos), embora estas também sejam importantes", disse o chefe do Executivo russo em entrevista para cinco emissoras de televisão russas.

Na entrevista, Medvedev afirmou que tem a impressão que uma série de políticos americanos querem resolver seus problemas às custas da Rússia.

"Querem jogar a carta russa para influenciar seu presidente dessa forma", opinou, para depois indicar que agora o que é preciso fazer é buscar soluções à crise, e não culpados.

"A questão agora não é quem tem a culpa (da situação atual), mas o que temos que fazer para superá-la", ressaltou.

Neste sentido, afirmou que "sempre há possibilidades" de recompor os vínculos, mas para isso as partes devem "iniciar um diálogo em toda regra sobre os assuntos mais importantes".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos