Poder eleitoral venezuelano anuncia eleições presidenciais para 20 de maio

Caracas, 1 mar (EFE).- A presidente do Conselho Nacional Eleitoral (CNE) da Venezuela, Tibisay Lucena, informou nesta quinta-feira que as eleições presidenciais no país foram remarcadas para 20 de maio após um "acordo de garantias eleitorais" assinado por seis candidatos.

"A data da eleição fica para 20 de maio. Isso significa que estamos reprogramando a eleição presidencial e estamos convocando a eleição dos conselhos legislativos regional e municipal", disse Lucena a jornalistas.

A dirigente afirmou que nas próximas horas a CNE dará detalhes desta reprogramação, como o novo cronograma eleitoral, mas já antecipou que "o registro eleitoral será estendido até 10 de março".

Para o pleito de 20 de maio, destacam-se dois dos seis candidatos: o atual presidente, Nicolás Maduro, e o opositor Henri Falcón, este último por ter uma trajetória política conhecida - no início dentro do movimento chavista e depois como governador do estado de Lara.

No entanto, a coalizão opositora Mesa da Unidade Democrática (MUD) reiterou hoje que a mudança de data não modifica sua rejeição a estas eleições, as quais classificou como uma "farsa", alegando que não existem condições para que sejam "justas" e "transparentes". EFE

aa/id

(foto)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos